Home / Ciência e Tecnologia /

Felicidade: viajar faz-nos mais felizes!

Felicidade: viajar faz-nos mais felizes!

 

Uma investigação da Universidade de Cornell concluiu finalmente algo que todos os viajantes esperavam ouvir: investir em viagens faz-nos mais felizes. A chave da felicidade, ao contrário do que se podia esperar, está nas experiências que vivemos e não nos objetos que colecionámos, sejam eles carros, roupas ou smartphones.

Thomas Gilovich, o principal orientador desta investigação, chegou a esta conclusão após uma análise à relação entre o dinheiro e a felicidade durante as duas últimas décadas. Para executar tal análise, precisava de analisar as emoções de várias pessoas e perceber o que sentia quando gastavam parte do seu salário em despesas que envolvessem experiências (viagens, exposições, passeios) ou o pagamento de objetos. Qual dos dois tipos de gasto traz mais felicidade?

“Compramos as coisas e elas deixam-nos felizes. Mas por pouco tempo. Novas coisas são empolgantes, mas depois adaptamo-nos a elas”, contou o investigador a uma revista norte-americana.

Felicidade: Porque somos felizes ao viajar?

Em contrapartida, a felicidade derivada de experiências próprias aumenta à medida que os anos vão passando – já que os eventos se tornam parte de nós e nos ajudam a moldar nossas identidades. Ou seja: se quer ser feliz, invista mais numa viagem do que comprar um smartphone novo.

 

“Pode gostar das suas coisas e pensar que são parte de sua identidade. Mas continuam separadas fisicamente de si. Já as experiências tornam-se parte de si, sendo você a soma delas”, conta Gilovich.

Ficamos, por exemplo, felizes quando compramos um carro mas a felicidade é relativa neste caso. Ao percebermos que o vizinho comprou um carro melhor ou que já nos habituamos ao carro e começamos a cobiçar novos modelos, a sensação de felicidade desaparece ou, se se mantém, já não é tão importante como acontecia no início.

Já numa viagem, a experiência é tão única que chega a ser incomparável. E mesmo que o seu vizinho tenha passado as férias do outro lado do mundo e você numa praia perto de casa, isso não significa que estivesse realmente feliz e a divertir-se tanto quanto você.

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *