Home / Dicas de Viagens /

A regra de ouro para encontrar passagens aéreas baratas

A regra de ouro para encontrar passagens aéreas baratas

 

Gostamos de viajar, mas as companhias aéreas nem sempre nos gostam de ajudar a concretizar este sonho, não é verdade? Uma análise às despesas realizadas durante viagens permite-nos perceber que ainda é muito frequente que a segunda despesa maior – logo depois do alojamento – é, de facto, a que foi realizada na compra de passagens aéreas. Ainda que tenham surgido muitas companhias low-cost que fazem frente às companhias de bandeira, os preços continuam a ser uma barreira para muitos viajantes.

No entanto, a CheapAir – um motor de pesquisa que o ajuda a encontrar passagens aéreas ao melhor preço – dedica-se todos os anos a tornar essa meta possível ao melhor preço.

Mas como encontrar passagens aéreas baratas? Aliás, como é que podemos encontrar o melhor preço? Este é o grande segredo que nos permite poupar sempre que formos viajar. E foi exatamente à procura de uma resposta a este mistério que a CheapAir partiu.

Todos os anos, a empresa faz uma pesquisa de mercado para tentar encontrar as tendências dos seus clientes e viajantes. Após um trabalho minucioso de análise a 15 mil mercados aéreos, foram registadas as tarifas aéreas praticadas durante todo o ano.

Em 2014, por exemplo, a CheapAir considerou na sua análise mais de 1.5 mil milhões de tarifas aéreas e mais quase 5 milhões de viagens. O processo registou a menor tarifa para cada uma dessas viagens, num período de 320 dias prévios ao voo. Posteriormente, os analistas podiam então determinar qual o período médio com que se deve marcar um voo para, dessa forma, ser possível encontrar o melhor preço.

 

Entretanto, a resposta consensual encontrada foi: 47 dias. Significa isto que se marcar a sua viagem precisamente 47 dias antes da data de partida pode conseguir poupar na passagem aérea, pelo menos se estivermos a falar de voos domésticos.

Passagens aéreas baratas: a regra dos 47 dias é infalível?

Diz a CheapAir que nos 320 dias antes dos voos analisados se verifica um preço mais elevado, em média 50 dólares (quase 45 euros). Diz ainda que os preços desses mesmos voos caem significativamente até um prazo de 47 dias antes da viagem e que começam a subir novamente até 14 dias antes, altura em que se tornam consideravelmente mais altos.

Há outros truques que pode adotar. Viajar às terças, quartas e sábados e fora das consideradas horas de ponta pode fazer com que poupe alguns “trocos”. Apesar desta estimativa da CheapAir é importante perceber que os prazos para marcação de viagens variam de acordo com a própria natureza ou tipologia da viagem. E se não é boa ideia esperar até à última hora para marcar o seu voo (nunca!), isso não significa que deva marcar com demasiada antecedência. Nem oito, nem 80.

Também não quer dizer que o prazo dos 47 dias seja o ideal para marcar toda e qualquer viagem. Por exemplo, se vai marcar uma viagem para outro continente, o melhor mesmo é marcar com a devida antecedência, visto que terá que ultrapassar algumas questões burocráticas. Em suma, marcar o voo 47 dias antes da viagem pode, em certos casos, ajudá-lo a poupar na passagem aérea, mas é importante perceber que cada viagem é uma viagem e que os casos variam muito conforme múltiplas variáveis.

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *