Home / Dicas de Viagens /

Roménia: uma grande potência cultural que merece a sua visita

Roménia

Roménia: uma grande potência cultural que merece a sua visita

 

Quem visita a Roménia pela primeira vez voltará um dia para revisitá-la. É este o lema do turismo do País, que apesar da sua história agitada, oferece um ambiente harmonioso e cultural. E foi à procura deste ambiente que escrevemos este post, na esperança de propor uma visita diferente.

A visita pela Roménia divide-se em várias áreas e zonas distintas. Pode optar por umas férias no litoral no verão, pelos desportos de inverno nas montanhas, pelas visitas culturais a castelos, museus e sítios arqueológicos, pelo turismo curativo e medicinal, pelos parques nacionais alpinos ou ainda por uma visita ao Delta do Danúbio para uma caçada ou uma pescaria.

A Roménia é ainda um país que não descura das suas tradições, nomeadamente o folclore, os festivais nacionais e internacionais. A tudo isto junta-se a alma de um povo acolhedor, hospitaleiro e alegre, com a sua arte culinária específica sempre bem acompanhada de bons vinhos, pois segundo reza a lenda o Deus Baco terá nascido nestas terras.

Principais atracções

carpatos

Durante a estadia na Roménia são muitos os lugares que merecem um pouco da sua atenção. Divida o seu tempo de modo a poder observar toda a beleza que este país oferece. O roteiro começa com uma paragem nas montanhas. Carpatos representa um verdadeiro paraíso alpino tanto no verão, como no inverno.

Das suas maiores atracções destacam-se os desportos de inverno, os lagos glaciais, as cascatas, as florestas virgens, os parques naturais, onde existem ainda animais já desaparecidos em outros países da Europa. Aqui a fauna é caracterizada por uma grande diversidade de ursos, lynx, cabras negras alpinas e galos da montanha.

Outros dos últimos paraísos da Europa é o Delta do Danúbio. Com quase 50.000 hectares de águas, ilhas, florestas virgens, canais, lagos e muitos peixes, onde ainda existem os esturjões – relíquias terciárias de onde deriva o famoso caviar – centenas de espécies de aves, algumas únicas no continente, animais selvagens como o javali, a lontra e o lobo. Com um pouco de sorte, em frente ao delta, no mar, poderá observar a única foca das águas quentes do mundo, a foca “Monachos” que ali ficou. Uma preciosidade das épocas glaciares, adaptada a um clima mais quente.

TripAdvisor
 

O trajecto Drácula

dracula

Na Roménia existem vários monumentos e castelos espalhados por regiões tão distintas como Bran, Sighisoara, Târgoviste ou Poenari, relacionados com o Príncipe Vlad Tepes, mais conhecido em todo o mundo como Conde Drácula. Uma figura algo estranha e misteriosa que já inspirou escritores e realizadores. Mas se pensa que é uma personagem inventada, engana-se, porque na realidade o Conde Drácula existiu e, por muito curioso que possa parecer, teve ou continua a ter um papel preponderante na história da Roménia.

É verdade que foi sanguinário, mas também justiceiro e, ao contrário do que reza a lenda, Drácula nunca foi vampiro. Apesar de ser considerado um dos maiores genocidas da histórias, quem visita o País tem sempre a curiosidade de ver de perto o castelo onde este habitou.

As tradições da Roménia

gastronomia

A paisagem turística romena é animada durante todo o ano com lindos espectáculos de folclore, música, dança, costumes e tradições populares em festas espontâneas ou festivais. A grande preocupação dos romenos é preservar a riqueza cultural que em muitos lugares do mundo está a desaparecer, ou já nem existe. Mesmo na capital, Bucareste, no meio de um grande parque natural, foi construído, no início do século, um inédito museu ‘da Aldeia’, com casas típicas de todas as regiões do país, mobiliário característico camponês e, até mesmo, as ferramentas usadas diariamente no lar, na cozinha, no curral…

A gastronomia nacional é também uma das bandeiras que a Roménia agita a quem visita o país. A culinária internacional está disponível em restaurantes de classe alta, mas a maioria deles, e em particular os restaurantes tradicionais, oferecem famosos e apreciados pratos romenos. Em breves linhas damos-lhe a conhecer algumas das suas iguarias: mititei, sopa de tripa, guisado de tripa, guisado de porco com mamaliga, sarmale, carne de veado, que podem ser acompanhadas pelos premiados vinhos romenos, que já várias vezes foram apreciados internacionalmente. Uma ajudar a fazer a digestão nada melhor do que um cálice de tuica – uma aguardente de ameixa.

Encontre as melhores oportunidades, compare preços e leia o que outros viajantes escreveram sobre a Roménia no TripAdvisor

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhe este artigo

Comentário

  • Daniela Ferreira
    13 May, 2016

    Olá tudo bem? Achei o seu artigo muito útil e interessante pois estou a fazer um trabalho sobre a romenia. No entanto, eu pesquisei bastante, e não consegui encontrar qualquer informação sobre a fauna deste país. Têm algum conhecimento importante que pudessem compartilhar comigo? Obrigada!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *