Home / Dicas de Viagens /

Conheça 10 ilhas no Mediterrâneo para umas férias sossegadas

Conheça 10 ilhas no Mediterrâneo para umas férias sossegadas

 

O encanto do Mediterrâneo baseia-se em grande parte na sua história, na sua gastronomia, nas imagens de aldeias caiadas banhadas pelo sol e por um estilo de vida descontraído: e a verdade é que nenhum espaço incorpora esta mesmas características de que lhe acabei de falar do que as ilhas que se espalham pelo mar Mediterrâneo.

Este Verão, por que não ignorar as praias lotadas e tarifas turísticas de hotspots tradicionais e dirigir-se a ilhas menores e mais autênticas?

Para ajuda a planear a sua viagem, e lhe dar um “gostinho” daquilo que poderá encontrar nestas ilhas, trazemos até si algumas recomendações, assim como uma breve descrição daquilo que poderá encontrar em 10 ilhas: trata-se de informações diretas e simples para que possa decidir rapidamente onde fazer férias.

Nos próximos parágrafos poderá encontrar de tudo um pouco: desde refúgios de vida selvagem desabitada a encantadoras aldeias de pescadores.

10 ilhas no Mediterrâneo para umas férias sossegadas

Sifnos, Grécia

A pequena ilha de Sifnos, uma das muitas Ilhas da Grécia, é uma excelente alternativa para quem não quer fazer um cruzeiro movimentado ou encarar as multidões que se apinham na ilha de Santorini. As aldeias brancas e igrejas pitorescas contra o cenário de águas azuis captam a essência do charme grego. É um lugar perfeito para apreciar o ritmo lento da vida mediterrânica.

Caprera, Itália

Caprera é uma pequena ilha e reserva natural no Arquipélago La Maddalena, na costa da Sardenha. Além de tesouros históricos como navios romanos e a casa de Giuseppe Garibaldi, um dos pais da independência italiana, a ilha de Caprera é o lar de enseadas absolutamente incríveis como a Cala Coticcio, considerada uma das mais belas em todo o Mediterrâneo.

Comino, Malta

Apesar de medir um pouco menos de 1,5 quilómetros quadrados, a ilha de Comino em Malta é definitivamente um ponto de paragem, aproveitando cada metro quadrado de que dispõe. Sem sombra de dúvida, a atração principal é a Lagoa Azul, uma área cuja topografia única criou uma piscina natural protegida, completa com cavernas submersas e águas azuis radiantes.

Milos, Grécia

Como Sifnos, a ilha de Milos faz parte da cadeia de ilhas Cíclades, mas destaca-se pelas suas paisagens únicas e deslumbrantes, que frequentemente se tornam em postais. A ilha deve as suas formações rochosas impressionantes a origens vulcânicas, e define-se hoje pela linha costeira preenchida por linhas de penhascos elevados que abrigam angras escondidas. Uma das mais espetaculares é a Praia Sarakiniko, formada por uma rocha branca radiante e alisada pelo vento, que contrasta com as águas em tons de esmeralda.

Columbretes, Espanha

 

As Columbretes constituem um grupo de ilhas vulcânicas desabitadas ao largo da costa da região de Valência de Espanha. Devido ao seu status protegido, apenas um número limitado de visitantes aprovados são permitidos a cada dia, mas a viagem vale a pena para conseguir entrar na ilha. O território é fértil, podendo acolher dezenas de variedades de aves marinhas, e a costa está repleta de vida marinha, tornando-se assim um dos principais destinos de mergulho de Espanha.

Favignana, Itália

Apenas a uma curta viagem de barco da Sicília, a pequena ilha de Favignana nas Ilhas Egadas combina o melhor da história e beleza do Mediterrâneo. A ilha é pontilhada, preenchida com ruínas impressionantes de um antigo assentamento de cartagineses, muitos dos quais ainda são acessíveis hoje. E após a longa caminhada pelo coração histórico da ideia, pode ter a certeza de que não há nada melhor do que um mergulho relaxante nas águas azuis de uma das muitas enseadas da ilha.

Formentera, Espanha

Enquanto a sua irmã Ibiza recebe milhares de turistas, a ilha de Formentera continua a assumir-me como uma espécie de templo, destacando-se pela sua beleza natural, intocada e descontraída, com ligações muito fortes à cultura local. Conhecida pelas suas praias, Formentera é perfeita para aqueles que procuram um pouco de paz e tranquilidade ou uma pausa da agitada cena de festas de Ibiza. Ainda assim, se quiser ir até Ibiza para dar um pé de dança nas suas discotecas, poderá fazê-lo apanhando os ferrys diários que ligam as duas ilhas.

Levanzo, Itália

Levanzo é uma pequena ilha paradisíaca nas Ilhas Egadas e, com apenas 450 habitantes, é uma aposta segura para relaxar e se desligar da rotina. A única vila da ilha oferece aos visitantes um encantador ambiente composto por casas brancas brilhantes, restaurantes autênticos e moradores amigáveis, enquanto o resto da ilha convida os viajantes a explorar a natureza através dos muitos caminhos pedestres que mergulham nos segredos da ilha, explorando penhascos e águas azul-turquesa.

Marettimo, Itália

Também nas Ilhas Egadi, Marettimo é um destino para os amantes da história, natureza, e de paisagens compostas por pitorescas aldeias piscatórias italianas. Além de uma incrível variedade de vida vegetal e animal, a ilha também possui casas romanas e antigas igrejas para aqueles que procuram um pouco de cultura lado a lado com o descanso habitual de férias. Escusado será dizer, no entanto, que Marettimo é também o lar de algumas paisagens verdadeiramente espetaculares do litoral.

Porquerolles, França

A maior das ilhas de Hyères, Porquerolles encerra em si uma reserva natural ao largo da costa de Provence. Os viajantes só podem chegar até lá de barco, mas podem passar o dia a explorar os caminhos pedestres da ilha, seja a pé ou alugando uma bicicleta. Mais tarde, pode ainda desfrutar de um dos restaurantes casuais na costa, ou simplesmente beber um copo junto às águas cristalinas numa das muitas praias da ilha.

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *