Home / Dicas de Viagens /

Serra do Gerês é considerada uma das mais encantadoras regiões de Portugal

Serra do Gerês é considerada uma das mais encantadoras regiões de Portugal

 

Nada melhor do que uns dias descontraído na serra do Gerês, onde é possível fazer um passeio em família, tendo como pano de fundo a paisagem deslumbrante deste parque natural. Aproveite esta sugestão e visite uma das regiões mais bonitas de Portugal.

Reconhecida internacionalmente, a serra do Gerês estende-se por entre rios e nascentes, com uma flora muito rica e diversificada. Os montes e os vales, onde a agricultura impera devido à existência de condições favoráveis, fazem desta zona uma das mais encantadoras de Portugal.

Assim sendo, o parque nacional situa-se numa região onde a Natureza e o Homem convivem, há séculos, em perfeita harmonia. As magníficas paisagens que o caracterizam prolongam-se por Portugal e Espanha, como se se tratasse de uma península formada por um maciço montanhoso.

Encontre as melhores oportunidades, compare preços e leia o que outros viajantes escreveram sobre Portugal no TripAdvisor

Parque Nacional da Peneda-Gerês

Criado em 1971, o Parque Nacional da Peneda-Gerês foi a primeira região a ser considerada protegida. A sua área engloba territórios dos concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Montalegre. As bacias hidrográficas dos rios Lima, Homem e Cávado, que atravessam e retalham este território, condicionaram, desde sempre, a ocupação humana desta região, onde as chuvas são abundantes e os índices de humidade são elevados.

No entanto, grande parte destas serras foram humanizadas em continuidade, pelo menos desde o período Neolítico e da invenção da agricultura e a pastorícia. Actualmente, o território do parque comporta 114 aldeamentos, onde vivem cerca de 10 mil habitantes. Esta população tem como actividades principais a agricultura, a pastorícia e a pecuária.

 

O que ver e o que comer no Gerês

No Parque Nacional Peneda-Gerês é quase obrigatório dar longos passeios a pé pelos caminhos que serpenteiam por entre o verde das montanhas e apreciar a descida da água em belas cascatas que se fundem em vales e rios. Aproveite ainda para explorar a bonita vista sobre o Parque do Miradouro da Pedra Bela e conheça a aldeia de Castro Laboreiro, de onde é originária a raça de cães com o mesmo nome, que se encontra ligada às actividades de pastoreio tradicional destas montanhas.

Se gosta de andar a pé dê um passeio pela deslumbrante barragem de Vilarinho das Furnas, onde o azul das águas se confundem com o granito das rochas que recorta as montanhas e com a vegetação que, por vezes, surge pela força da natureza sem ter sido tocada pela mão humana. Ainda durante a visita passe pela Capela de Santa Eufémia, situada na Vila das Caldas do Gerês, e observe as pequenas aldeias em redor para ver como se faz o pão em forno de lenha.

Por fim, não perca a oportunidade de ver os cavalos selvagens na área protegida do Parque Natural, numa visão arrebatadora e inesquecível. O parque proporciona-lhe também a possibilidade de alugar cavalos e desfrutar de um romântico passeio ao longo dos diversos trilhos que se encontram no terreno.

Apesar de não ter uma gastronomia específica, a serra do Gerês enquadra-se na típica cozinha minhota e transmontana, com pratos suculentos, abundantes e variados. Uma variedade que é dada tanto pela diversidade da paisagem como, também, pela diversidade de povos que habitaram na região. Caldo verde, bacalhau à mistério, o bacalhau à Hilário, o bacalhau à Abadia, as trutas, a lampreia e os rojões são algumas das iguarias que vai encontrar na serra. Tudo isto acompanhado pelos afamados vinhos da região.

Encontre as melhores oportunidades, compare preços e leia o que outros viajantes escreveram sobre a Serra do Gerês no TripAdvisor

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *