Home / Dicas de Viagens /

Descubra 5 motivos para fazer as próximas férias em Portugal

Descubra 5 motivos para fazer as próximas férias em Portugal

 

Em 2014, Portugal foi condecorado com a distinção de “melhor país a visitar”. Quem atribuiu tal título foi a edição espanhola da revista Condé Nast Traveler. Ainda que esta tenha sido de facto uma excelente distinção, que trouxe desde então muitos turistas a terras lusitanas, quisemos perceber o porquê da decisão.

Comecemos então pela capital. De acordo com a revista, a cidade de Lisboa é um dos principais polos de atração de turistas, fervilhando diariamente com uma variedade de eventos e atividades. Já pondo os olhos no Norte de Portugal, percebemos que a Invicta, com o seu estilo irreverente e hipster, continua também a fazer frente à capital e a superá-la.

No sul, bem no sul de Portugal, o Algarve continua a ser o “Allgarve” que tantos turistas atrai todos os meses e que rebenta durante a época alta, quando se ouve mais o inglês do que o português na boca de quem se estende na praia. Mas a verdade é que de todo o mundo chegam todos os anos milhares de turistas à procura dos muitos tesouros mediterrâneos que Portugal tem para oferecer.

Quer pela excelente costa atlântica, tão procurada durante a época balnear, quer pela cultura milenar que se encontra espalhada de Norte a Sul de Portugal. Motivos para visitar este pequeno cantinho da Península Ibérica não faltam. Mesmo assim, ao longo dos próximos parágrafos fazemos questão de enumerar alguns motivos que justificam fazer férias em Portugal.

5 razões para marcar férias em Portugal

O sol e o mar

Portugal usufrui de uma localização privilegiada em relação à maior parte dos países europeus. As temperaturas amenas e a costa marítima que ultrapassa os 900 km faz com que o país seja procurado por turistas que gostam de sol e areia. Em 2013, por exemplo, o Algarve foi distinguido pelo World Travel Awards como o melhor destino de praia da Europa. Mas este é apenas um dos muitos prémios turísticos a que já nos habituamos.

Ora escondidas entre falésias, ora repletas de turistas, há praias para todos os gostos. Os que preferirem agitação e movimento podem optar pelas areias algarvias. Quem gostar mais de praias desertas com apenas meia dúzia de banhistas pode optar pela, menos movimentada, costa alentejana. Se, por outro lado, a sua intenção é visitar Lisboa ou Porto, pode dar um salto à praia. Avisamos, no entanto, que quanto mais para norte estiver, mais baixa será a temperatura da água.

Surf

Mas as praias portuguesas não são procuradas apenas por quem quer estender a toalha e apanhar sol. Uma das vantagens de usufruir de uma longa costa marítima – tenhamos em conta que, além da costa continental, também dispomos da costa insular – é a existência de uma excelente área para praticar surf.

Em Portugal, podes encontrar qualquer tipo de onda, desde as tubulares em Peniche, as ondas gigantes na Nazaré e as mais longas ondas de toda a Europa, na Figueira da Foz. Surfistas como Garrett McNamara, célebre pela sua fotografia ousada a surfar no cume de uma onda gigante, são uma presença assídua na praia da Nazaré.

 

Ainda assim, um surfista que vem a Portugal e não passa pela Ericeira não sabe o que está a perder. Na Ericeira poderás encontrar algumas das melhores ondas que alguma vez surfaste na tua vida. E aí que se situa a 1.ª reserva de surf da Europa e a 2.ª do mundo. Gostas de surfar? Então tens um motivo para pegar na tua prancha e partires para Portugal.

Golfe

À semelhança do surf, Portugal tem-se afirmado no golfe. Em novembro de 2014, o país venceu o World Golf Awards, mas já antes disso atraía turistas e portugueses desejosos de aproveitar as férias para jogar. A temperatura agradável e o mar ao longe criam belas paisagens naturais trabalhadas por arquitetos de renome, como Robert Trent Jones, Rocky Roquemore, Sir Henry Cotton e Arnold Palmer.

Património Mundial

Portugal foi o palco de muitos momentos históricos. Desde a presença ainda viva do Império Romano, tão vívida em espaços como Conímbriga às fortalezas que assistiram á conquista da Península Ibérica. E claro que não nos esquecemos do longo legado deixado pela história da monarquia portuguesa e das quatro dinastias que passaram pelo trono.

Espaços como o Castelo de Guimarães, o convento de Cristo em Tomar, o Mosteiro da Batalha, a Torre de Belém e até mesmo o Palácio Nacional da Pena são em si pequenos pedaços da história de Portugal e, consequentemente, do mundo. Na verdade, estes espaços chegaram mesmo a ser reconhecidos como Património Mundial pela UNESCO. As paisagens culturais do Alto Douro Vinhateiro, de Sintra e até o Fado e o Cantar Alentejano também já são Património Mundial e, assim, mais motivos para o país receber uma visita.

Gastronomia

Sem a classe da gastronomia francesa, nem o prestígio da italiana, a comida portuguesa prima pelo sabor e pela tradição. Ideal para bons garfos, Portugal está repleto de restaurantes onde se come bem e a preços baratos. A proximidade com o mar faz com que haja peixe fresco e marisco todos os dias, além das várias diversidades de carne.

Para regar tudo não pode, obviamente, faltar um bom vinho e, no final, uma sobremesa típica. Juntamente com os alimentos mais pesados, há também a tradição mediterrânica e o uso recorrente de frutas e vegetais. Para os que preferem snacks e lanches, recomendamos os petiscos em abundância, nomeadamente enchidos e fumados que são uma imagem de marca do país.

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *