Home / Cidades /

Amesterdão: a cidade dos canais, da liberdade e da arte superior

Amesterdão: a cidade dos canais, da liberdade e da arte superior

 

Esta semana, no Mundo de Viagens, damos um saltinho até à cidade de Amesterdão, na Holanda. Erguida sobre uma vasta rede de canais que lhe conferem uma beleza muito particular, esta cidade é o destino ideal para um fim-de-semana cultural ou não possuísse um elevado património cultural e arquitectónico.

Amesterdão surpreende os seus visitantes pela sua beleza natural, não só pelos canais do rio Amstel, mas também pela forma como todos os monumentos estão preservados. O centro da cidade encontra-se dividido por canais, que ligam mais de 90 pequenas ilhas, num total de cerca de 1300 pontes e pequenos viadutos.

A cidade de Amesterdão é considerada um museu vivo, porque transmite, ao mesmo tempo, uma atmosfera moderna, de liberdade e tolerância, e de enorme expressão artística. O grande desenvolvimento aconteceu no século XVII, sobretudo a nível arquitectónico, visível pelas magníficas fachadas que muitos edifícios apresentam.

Amesterdão: lugares que não deve perder

Para quem visita Amesterdão torna-se irresistível um passeio de barco pelos canais, que lhe dão a oportunidade de observar a cidade e os seus fascinantes edifícios a partir de Amstel. Em frente à estação de comboios de Damrak, existe uma grande oferta de passeios de barco pelos canais. Mais tarde, depois do passeio de barco, alugue uma bicicleta e pedale de canal em canal. Para quem não sabe, o facto de Amesterdão ser completamente plana, os seus habitantes utilizam com frequência a bicicleta como meio de transporte, existindo mesmo pistas e semáforos especiais para ciclistas.

Voltemo-nos agora para a visita a museus. Aproveite a sua estadia para visitar o museu Rijksmuseum que possui uma enorme colecção de pintura, escultura, arte decorativa, de diversos artistas holandeses do século XVII. as maiores colecções são de obras de Rembrandt, Vermeer, Frans Hals e Jan Steen.

 

Também não pode deixar de visitar o museu Van Gogh, um dos mais emblemáticos da cidade, que abriga uma das maiores colecções de obras de arte do mundo. Desde a obra deste mítico pintor, exposta por ordem cronológica e temática, pode apreciar ainda o trabalho de outros artistas contemporâneos. Já no museu Stejdelijk o destaque vai para a arte moderna, que abrange desde 1850 até à actualidade. A sua exposição permanente possui quadros de nomes famosos como Picasso, Monet, Chagall, Matisse e Appel.

Além destes locais, um dos mais procurados pelos visitantes é a famosa Casa de Anne Frank, onde a jovem judia e a sua família se esconderam antes de serem capturados pelos nazis. Para o finalizar a sua descoberta pela cidade aconselhamos-lhe uma passagem pelo Begijnhof, um dos maiores pátios típicos de Amesterdão, escondido entre diversas casas, uma espécie de oásis no meio da confusão, apresentando como ex-libris uma igreja inglesa e a mais antiga casa da cidade, construída em madeira no ano de 1475.

Amesterdão: a hora do repasto

Depois de tantos locais percorridos é chegada a hora de provar a gastronomia típica da cidade, apesar dos holandeses preferirem experimentar pratos típicos de outros países. Talvez por isso vá ter alguma dificuldade em encontrar locais que sirvam comida típica holandesa. Amesterdão é a cidade dos cafés e bons restaurantes. Existem mais de mil restaurantes, sobretudo no centro histórico, grande parte deles de alta qualidade. Os holandeses têm por hábito de jantar fora, mas costumam comer cedo, pelo que os restaurantes fecham a horas pouco comuns para nós.

Uma das especialidades da cozinha holandesa são as deliciosas panquecas nas suas mais diversas formas. Há poucas diferenças entre um café e um bar em Amesterdão. Ambos servem bebidas alcoólicas e não alcoólicas, comida e café. O mais interessante é o facto de não ter de pagar mais por sentar-se nas esplanadas. Para os amantes da cerveja é obrigatório experimentar a witbier, servida com uma pequena rodela de limão, um must dos bares da cidade.

 

Partilhe este artigo

Comentário

  • 12 September, 2017

    Dicas muito interessantes sobre a cidade.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *