Home / África /

Maputo: um destino que se torna cada vez mais atraente

Maputo

Maputo: um destino que se torna cada vez mais atraente

 

Hoje, ainda há muitas pessoas a recordar a cidade de Maputo, a capital de Moçambique, por um nome muito diferente: Lourenço Marques. Este nome peculiar foi atribuído em homenagem ao explorador português que terá levado a cabo uma série de expedições na costa moçambicana. Porém, a cidade assistiu à mudança de nome em 1976, quando a Guerra Colonial chegou ao fim e foi concedida independência por parte da República de Portugal.

Uma mudança significativa que decretou uma nova era para Moçambique e a sua gente.

Localizada na margem ocidental da Baía de Maputo, situada no extremo sul de Moçambique, a cidade de Maputo é atualmente o centro corporativo e financeiro do país. A sua população encontra-se estimada em 1 milhão de pessoas, um número que parece representar bem a diversidade da população moçambicana.

É verdade que nas últimas décadas Moçambique tem crescido a um ritmo lento. A guerra civil, as enchentes e períodos de seca estarão entre os fatores que provocaram esta lentidão. Ainda assim, a recuperação tem sido positiva e o país começa a ganhar mais ritmo e a trazer para o país africano uma reputação merecida.

Os números relacionados com o turismo, por exemplo, continuam a crescer de ano para ano à medida que surgem no país novas oportunidades. O facto de contar com um litoral extenso, perfeito para longas caminhas e para atividades balneares, assim como mergulho e natação, faz de Moçambique um destino ainda mais atraente.

Em 2002 tive a oportunidade de passar em Moçambique. Com a minha câmara de filmar capturei algumas imagens do centro histórico da cidade que, recentemente, decidi compilar num vídeo que agora vos mostro.

[wpbutton cat=”2796″ display_as=”top_bottom” order=”DESC”]

 

 

Veja o vídeo que fiz durante a minha passagem por Maputo:

Gostou deste video? Subscreva então o canal Mundo de Viagens no YouTube para ver mais vídeos sobre as viagens que fizemos.

Se passar por Maputo, recomendamos que inclua no seu roteiro alguns pontos de passagem obrigatória. A Fortaleza de Maputo é sem dúvida um local a merecer a sua visita. Construído em 1781, o forte serve hoje como museu militar, expondo relíquias de Moçambique durante a a era colonial. Uma excelente visita para compreender a herança de Portugal na cultura moçambicana e recordar os dias da Guerra Colonial.

Não deixe também de fazer uma visita ao Jardim Botânico. Este jardim foi projectado em 1885 e exibe uma colecção de plantas nativas e exóticas. Além do mais, um dos principais campos de ténis de Maputo está localizado nas premissas deste jardim. Nas proximidades poderá encontrar ainda o Museu de História Natural, um edifício de estilo gótico onde encontrará em exposição animais existentes em Moçambique, assim como uma interessante colecção de fetos de elefante em todas as fases da gravidez.

No que diz respeito a monumentos, há vários a incluir na sua lista. O principal é o memorial dedicado aos Heróis Moçambicanos, uma obra construída logo após a Independência Nacional e que se encontra na praça que tem o mesmo nome, muito perto do Aeroporto Internacional de Maputo.

Na Praça da Independência poderá ainda admirar a Sé Catedral de Maputo, um edifício emblemático da cidade, projetado em 1936 e que é um excelente exemplo da arquitetura moçambicana. E visite ainda o histórico Palácio dos Casamentos, um dos edifícios mais conhecidos da capital moçambicana.

Para terminar este post reunimos uma série de fotografias que provam a beleza de Maputo.

maxixe-cinco maputo-seis maputo-sete maputo-oito maputo-cinco maputo-um maputo-doismaputo-quatro

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *