Home / Archives /

moçambique para todos

moçambique para todos / 5 posts encontrados

Kanimambo Gaia: o fim de uma viagem a Moçambique

Na hora da despedida de Agostinho Faquir e de Manhiça, que correspondeu aos momentos em que a sombra provocada pelo Sol equivale ao dobro do tamanho dos nossos corpos, recordei-me das pegadas dos nossos antepassados, os dele e os meus, do sangue derramado naquela terra, do comandante Sepúlveda, das armadilhas dos rios e dos mares, das provas de amizade que motivaram a minha visita a Manhiça, além das milhares de pessoas, negras e brancas, que consideravam Moçambique a sua pátria.
sete-de-setembro-mocambique

O fatídico 7 de Setembro de 1974 em Moçambique

Após o 25 de Abril de 1974, a actividade diplomática dos novos líderes lusitanos lidou apenas com os representantes da FRELIMO, o que provocou violentas manifestações de hostilidade dos colonos que se sentiam parte do povo moçambicano e desencantados com a opção dos compatriotas, além de frequentes abusos e ameaças das tropas moçambicanas.
mocambique-nacao-africana

Moçambique: a formação de uma Nação Africana

Com as fronteiras definidas através de acordos diplomáticos com a Inglaterra, em que Portugal foi obrigado a ceder aos interesses ingleses devido às elevadas dívidas que tinha para com os britânicos, Moçambique desenvolveu-se através da implantação de grandes companhias privadas que se dedicavam à agricultura, à exploração mineira ou mesmo à construção de vias rodoviárias e ferroviárias.

A chegada dos portugueses à África Austral

A formação do Império Colonial Português começou com a conquista de Ceuta, em 1415, obedecendo a objectivos geo-estratégicos, políticos, económicos e religiosos. O controlo da praça marroquina permitiu à coroa portuguesa partir para a aventura marítima, vulgarmente conhecida por Descobrimentos. Durante o reinado de D. Manuel I, em finais do século XV, Portugal iniciou uma das mais fascinantes e brilhantes páginas da sua História.

Manhiça: Terra de Tragédia, Terra de Esperança

No início do Séc. XXI tive a excelente oportunidade de visitar pela primeira vez a terra dos meus pais: Moçambique. Foi uma viagem emocionante e inesquecível, que ainda hoje me ensina alguma coisa todos os dias. Na altura aproveitei no âmbito da minha viagem de lazer à descoberta das origens para fazer uma reportagem focada em Manhiça, uma localidade que foi devastada pelas cheias que assolaram Moçambique no ano 2000. Devido ao tamanho da reportagem optei por dividir em várias partes de modo a ser publicável e legível online no blog Mundo de Viagens. Este é o primeiro de uma série de artigos dedicados a Moçambique.