Home / Cidades /

Paris: roteiro para conhecer a cidade em 24 horas

Paris: roteiro para conhecer a cidade em 24 horas

 

Já foi cliché, e parece que começa a deixar de ser, por isso aqui vai: Adoro Paris! Já lá estive em viagem de estudo, lazer, trabalho, investigação, festivais e não me canso, pelo contrário, sempre tenho vontade de voltar.

Para uma artista (e apreciadora de comida!) esta cidade tem excelentes e intermináveis opções. Aliando a isso as minhas raízes da Europa Central, que  certamente aportam um pouco de nostalgia à experiência. Por isso, este não é o comentário da minha viagem favorita a Paris, mas sim da mais breve, que nem por isso deixou de ser excelente.

Paris: o que ver quando se tem apenas 24 horas?

Chegamos a Paris ao fim do dia, mesmo a tempo de ir ter com uns conhecidos ao famoso bar de concertos “Autour de Midi… et Minuit”, perto de Montmatre.

Da varanda envidraçada temos um cenário singular: vê-se o que aparenta ser o início e/ou fim de uma linha ferroviária desativada. Enquanto bebericamos um copo de ‘vin rouge’ dou por mim a perder-me na vista misteriosa. Esta visão melancólica deixa-me um pouco desconcertada.

Comemos uma ‘pasta’ maravilhosa e estava mesmo quase a começar um concerto. Para minha grande surpresa sobem ao palco 3 raparigas em biquíni. Tocam um rock poderoso e põem tudo ao rubro. A casa começa a encher. O calor é muito!

No fim do concerto rumamos em busca de repouso. O dia começou bem cedo, foi longo e bem preenchido! O cansaço é bastante pelo que optamos por apanhar um táxi para a casa de Béla, uma amiga, que gentilmente nos cedeu o seu sofá.

Ao chegar ao apartamento da Béla conhecemos os seus dois gatos amorosos e adormecemos que nem anjinhos. Um suave raio de luz acorda-nos no bairro de Montmartre. Famintos vestimo-nos à pressa e descemos as ruas à descoberta de Paris.

Numa esquina encontramos um pequeno mercado onde compramos algumas ‘delicatessen’ para degustar enquanto continuamos a descobrir esta maravilhosa área que emana arte. Logo à frente passamos por um minúsculo mas belíssimo jardim: é aqui que nos sentamos a debicar e partilhar este ‘brunch’.

 

Queremos aproveitar o dia para fazer talvez um dos mais rápidos e completos ‘tours’ alguma vez feitos em Paris pois amanhã bem cedo rumamos de volta ao Porto.

Decidimos apanhar um ‘minibus’ até ao centro da cidade. Saímos nos Champs Elysées e passeamos por entre as lojas. Entramos na Virgin e na Fnac, onde encontramos alguns tesourinhos musicais e cinematográficos (verdadeiras pechinchas!) e não resistimos a fazer algumas compras.

 

Está muito calor! Paramos para um breve almoço em que brindamos a um dia que começou em grande. Continuamos a descer rumo ao Louvre. Paramos no Jardin des Tuileries onde bebemos umas águas frescas e retemperantes.

Seguimos viagem até chegarmos à margem do rio Sena. Aqui resolvemos apanhar um barco e fazer o belíssimo percurso pelo rio à tardinha com direito a um simpático guia que vai comentando os locais e contando histórias.

O desembarque faz-se no Quartier Latin. Um dos mais encantadores bairros de Paris. Damos uma volta e uma música suave mas entusiasta chama-nos. São alguns músicos que, reunidos a uma esquina, tocam um jazz estilo New Orleans, pondo todos os transeuntes a dançar.

Decidimos parar por aqui mesmo. Entramos num pequeno e simpático restaurante, com um ar bem caseiro para continuar a desfrutar deste ambiente tão romântico. Por entre um aperitivo e um ‘quente’ vinho do sul de França brindamos uma vez mais. A noite é ainda uma criança… “Paris, je t’aime”!

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *