Home / América do Sul /

Lima e Cusco: um roteiro completo para você conhecer o melhor do Peru

Lima e Cusco: um roteiro completo para você conhecer o melhor do Peru

 

Lima e Cusco, está na dúvida sobre qual cidade peruana escolher? Lima reúne o que há de melhor das cidades grandes e concentra a maioria dos prédios públicos e instituições de arte e cultura, por exemplo.

Cusco é envolta numa aura de mistério – uma cidade que parou no tempo inca, com suas ruinas de pedra e ­­­ponto de partida para conhecer essa impressionante civilização, nos sítios arqueológicos preservados como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO por seu conjunto arqueológico único.

Na dúvida sobre qual escolher, conheça um pouco de tudo! Um pacote perfeito para você curtir um mochilão ou mesmo uma viagem romântica. Em 7 dias é possível conhecer estas duas cidades do Peru – incluindo alguns passeios nas cidades vizinhas, assim como uma visita a Machu Picchu como veremos a seguir:

Descubra as nossas dicas para visitar Lima

Lima é a capital do Peru. Uma grande metrópole, com prédios históricos, museus, monumentos e bairros turísticos nobres como Barranco e Miraflores. A cidade oferece, entre outras coisas, gastronomia refinada e belos parques.

Dias 1 e 2 – Lima e as belezas da colonização

O melhor é se hospedar em Miraflores, um dos bairros mais agradáveis de Lima;

Aproveite para caminhar pelos belos Parque Kennedy e Parque Central de Miraflores – muitas flores, lojas, feirinhas de artesanato;

Visite o Museu Mario Testino e conheça muitas fotografias desse fotógrafo peruano;

Aproveite para descansar num dos restaurantes espalhados pela cidade. A gastronomia local surpreende tanto quanto os pratos internacionais. Você pode apostar no Cordano, o bar mais antigo da cidade – 100 anos em operação.

Visite também a Galeria Lucía de La Puente, uma das mais renomadas galerias de arte contemporânea da América do Sul.

Na sequência, pegue um taxi para conhecer o Museu Larco – um museu dedicado aos povos pré-colombianos.

Na volta, já no centro da cidade, contemple a Plaza de Armas, a Catedral de Lima, o Palácio Arzobispal, O convento de San Francisco (famoso por suas catacumbas) e o Palacio del Gobierno.

Encerre o dia no Parque de La Reserva. Este parque tem 13 fontes enormes e todas as noites, às 19:15, 20:15 e 21:30 há um espetáculo musical de água e luz para se encantar.

No dia seguinte, viaje para Cusco.

Descubra as nossas dicas para visitar Cusco

Cusco é uma cidade enigmática, repleta de ruinas e de cultura popular inca. Aproveite cada momento dessa temática.

Talvez você não se adapte à altitude da cidade, portanto, ao chegar em Cusco, por mais que seja estranho para você, não deixe de tomar um chá de folhas de coca – uma experiência local necessária para não sofrer vertigens e aumento de pressão arterial. Para vertigens, compre pílulas de soroche na farmácia.

Dias 3 e 4 – Cusco e sítios arqueológicos

Procure se hospedar próximo a Plaza de armas (*toda cidade de colonização espanhola tem uma Plaza de Armas)

 

Durante uma caminhada, aproveite para conhecer a Catedral, a Plaza San Francisco e depois à Qorikancha. Nesse sítio arqueológico há um museu ideal para conhecer um pouco da história dos primeiros habitantes de Cusco – lá tem diversos guias que poderão orientar o passeio.

Garanta seus ingressos para Machu Picchu com antecedência no Ministério da Cultura

Almoce no tradicional Mercado San Pedro, uma feirinha com diversas iguarias regionais.

Percorra a cidade em direção ao sítio arqueológico de Sacsayhuaman, subindo por uma escadaria;

Você também poderá conhecer nesse mesmo dia Pukapukara, Kenko e Tambomachay, tanto a pé quanto de van ou táxi.

Dia 5 – Chinchero, Moray e Salinas

Em Cusco você pode pegar uma van (chamada de Colectivo) que percorrem todo o Vale Sagrado até Chinchero. Nessa cidadezinha você conhecerá alguns terraços incas e uma vista incrível para as montanhas;

Ainda em Chinchero, pegue outra van até o desvio de Maras – esse ponto fica bem no meio do caminho – pegue um dos taxis para Moray e Salinas. Moray tem intrigantes terraços em camadas, utilizados para o cultivo dos incas. Já em Salinas de Maras é possível conhecer 5 mil tanques de extração e sal, ainda em atividade desde os tempos pré-incas. São imensos monumentos diferentes das paisagens do Vale Sagrado. São 33 metros acima do nível mar, portanto, prepare-se antes com os guias locais;

O passeio é intenso, assim, sugere-se que você retorne à Cusco para pernoitar.

Dia 6 – Ollantaymbo e Águas Calientes

Seu dia de mochila chegou, prepare uma mochila pequena com o que você precisa para uma noite fora do hotel. Guarde o restante no cofre do hotel. Pegue um Colectivo para Ollantaymbo para conhecer as ruinas da cidade.

Depois disso, compre passagens de trem para Machu Picchu e durma em Águas Calientes – se der tempo tome um banho de águas termais, você se sentirá num SPA!

Dia 7 – Machu Picchu

A aventura começa às 5 da manhã, prepare um sanduiche e suba a Machu Picchu para conhecer as ruínas no primeiro turno das 6 às 12h. Para compreender melhor a região, contrate um guia local.

Além do complexo principal de ruínas, não deixe de conhecer a Puerta del Sol e a Ponte Inca.

Retorne à Ollataymbo no trem das 15:20 ou 16:20 e volte para Cusco numa das vans estacionadas na estação.

Com tantas opções para conhecer, já está na hora de arrumar as malas e partir para essa viagem incrível!

O Hurb valoriza o que é mais importante: você. Conheça os pacotes de férias e viva mais histórias em 2019!

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *