Home / Dicas de Viagens /

4 Dicas para Planear Férias Baratas sem sair de Portugal

4 Dicas para Planear Férias Baratas sem sair de Portugal

 

As palavras “férias” e “baratas” parecem não se dar muito bem. Mesmo quando fazemos o esforço para poupar, a verdade é que voltamos sempre a casa de carteiras vazias e com a impressão que o dinheiro se evaporou sem darmos por isso. Sabendo de antemão como as coisas são, muitos portugueses desistem de ir de férias e acabam por ficar em casa.

Neste post, procuramos inverter a situação e mostrar-lhe que, de facto, é possível fazer férias baratas. Da mesma forma que gere o orçamento mensal lá de casa, o truque é planear. Antecipe os gastos, não leve mais dinheiro do que aquele que tenciona gastar e faça a escolha certa. Uma das alternativas está aqui mesmo ao lado e é nem mais, nem menos do que Portugal.

Estatísticas recentes da Marktest mostraram que 23% dos inquiridos prefere fazer férias em Portugal. Familiaridade com a língua, visitar amigos e familiares ou a gastronomia rica são alguns dos fatores que podem explicar esta predilecção. A juntar a estes, há também quem diga que Portugal é uma alternativa por ser mais barato.

Numa altura em que se fala tanto de Turismo, convidamo-lo a conhecer o seu próprio país e a partir à procura de locais que nunca antes tinha visitado. De mochila às costas ou com o maior conforto possível, há soluções realmente económicas que podem fazer com que volte a acreditar que é realmente possível fazer férias baratas. Continue a ler e descubra algumas das nossas dicas.

Dicas para planear férias baratas dentro de Portugal

Destino de férias

Esta é uma parte fundamental. Saber para onde quer ir é meio caminho andado para que comece com antecedência a planear a sua viagem. Se o fizer com tempo, terá a possibilidade de encontrar alternativas mais económicas que naturalmente não encontraria no pico do verão. Para o ajudar, recorra à Internet: hoje em dia, existem vários sites que lhe permitem comparar preços e analisar soluções.

Se, por exemplo, o local que deseja não está disponível, então pode afastar-se ligeiramente do local pretendido ou então mudar radicalmente a sua decisão e optar por outro lugar qualquer. Apesar de pequeno, Portugal é um país com grande diversidade paisagística, o que faz com que num pulo possa ir do Algarve ao Alentejo ou do Alentejo a Lisboa.

Alojamento

Além dos hotéis, há em Portugal inúmeras ofertas que podem ser mais baratas e igualmente confortáveis. Pousadas da juventude, hostels e ecoturismo são algumas das alternativas que pode e deve considerar. O truque está em reservar com antecedência e ir negociando o preço. Se não quer reservar pela Internet, pode retirar o contacto telefónico da Internet e fazer a reserva via telefone.

 

Para os mais aventureiros, é possível partir de mochila às costas ou conduzir uma caravana rumo ao sul. A vantagem é que ao fazê-lo está a cortar nas despesas que tem com o alojamento e que, como sabe, são as mais dispendiosas. Se preferir pode, alugar uma casa a meias e partilhar as férias com um grupo de amigos.

Levar a casa às costas

Quantas vezes não chegou ao local de destino e verificou que se tinha esquecido de algo indispensável? Solução: acaba por ir a uma loja e comprar aquilo que precisa, sem de facto o precisar. O melhor será pegar num saco grande, fazer uma lista de tudo o que precisa e organizar tudo com antecedência. Desta forma garante que nada lhe fará falta.

Aproveite para levar também tudo aquilo que sabe que vai precisar de comprar. Protetores solares, brinquedos para as crianças e até comida podem ser levadas de casa para que assim possa poupar o mais possível.

Refeições

Falando de comida, não podíamos deixar de falar de refeições. Mesmo as mais baratas num snack-bar, acabam por nos levar a gastar bastante dinheiro. Um almoço, um jantar ou um gelado podem até nem ferir o orçamento, mas aproveite para poupar em coisas em que não faz assim tanta diferença se come num restaurante ou em casa. Pode, por exemplo, levar iogurtes, fruta, bolachas e outros snacks de casa.

Se preferir e se o local onde está hospedado tiver condições para tal pode também optar por fazer as refeições em casa e cozinhar os seus próprios alimentos. Outra alternativa é levar pequenas doses de refeições frias consigo para que as possa consumir na praia ou em qualquer outro lugar sem ter de gastar dinheiro extra.

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *